Buscar
  • Núcleo Girassóis

Crescer e amadurecer

Entenda porque nem sempre os dois andam juntos

Amadurecer se trata de tomar as próprias decisões e buscar soluções para os erros. (Foto: Unsplash)


Crescer é um processo lento e que traz consigo um misto de consequências, algumas positivas e outras um pouco mais difíceis e menos confortáveis. Ser criança é ter suas responsabilidades terceirizadas e transferidas para os adultos responsáveis. Por conta disso, o processo de amadurecimento pode ser um tanto quanto complicado. Mas o que de fato é amadurecer? Amadurecer, é ganhar sua independência e liberdade, mas além disso, também se trata de responsabilidade. A independência traz consigo, além da responsabilidade pelo seu próprio sustento, várias outras que também são consequência do crescer. O crescimento vem de muitas formas e em muitas esferas da vida, mas nem sempre crescer significa amadurecer. Atualmente, podemos perceber que o amadurecimento só acontece de fato quando conseguimos encontrar soluções inteligentes e responsáveis para os nossos problemas em vez de procurar culpados para serem responsabilizados pelos eventos dos aspectos individuais da vida humana, como a saúde mental e as relações emocionais.


O crescimento acontece inevitavelmente, mas o amadurecimento é um processo constante. É claro que, como em qualquer jornada, erros acontecem e são inatos aos seres humanos, mas a busca constante por soluções em vez de culpados é o que define se atingimos a maturidade e permanecemos sendo maduros emocionalmente. A dificuldade se dá porque a tomada de decisões traz consigo o sentimento de incerteza e de medo, e é por isso que muitas vezes é difícil escolher uma coisa em vez de outra. Isso acontece já que assumir a responsabilidade por uma decisão errada é um processo complexo e, portanto, é mais fácil terceirizar a culpa e, consequentemente, a decisão, do que assumí-la.


Entretanto, para se tornar uma pessoa madura, antes de procurar um culpado, é necessário refletir em busca de soluções. Junto com a culpa, vêm também várias emoções negativas, e é por isso que nos tornamos infelizes quando não temos maturidade para lidar com os nossos próprios problemas.



Buscar uma solução em vez de um culpado também é uma alternativa muito mais útil, já que nos leva a encarar as medidas necessárias para mudar a situação. É importante que ao encontrar um problema no meio do caminho, a gente pare, analise a situação para detectar o erro, e busque corrigir. Então, se você falhou, o modo mais eficiente de não falhar novamente é assumir o erro e se precaver para que ele não aconteça novamente. Em suma, se você não se isentar da responsabilidade pelos seus problemas e mudar o seu modo de pensar, pode entender que erros acontecem, e que você também é passível de falhar. Mas ao mesmo tempo, vai conseguir se concentrar em corrigir suas falhas e viver de uma forma mais leve e livre de culpa.



33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo