Buscar
  • Marcia Vilas Boas

Psicologia Comunitária

Atualizado: 14 de ago. de 2019



A Psicologia Comunitária é o ramo da Psicologia que aborda o

relacionamento entre indivíduos e sociedade. Há interesse em se compreender

como a saúde e o bem-estar das pessoas são afetados pela comunidade e

como elas podem contribuir mais assertivamente para o melhor para ambas.


O psicoterapeuta estuda a forma como a cultura, a economia, o

social, a política e o ambiente podem influenciar a vida das pessoas em todo o

mundo. O trabalho é teórico e aplicado. O primeiro realiza pesquisas sobre

questões teóricas e o segundo, o profissional utilizará estas informações

imediatamente após identificar os problemas desenvolvendo soluções dentro

das comunidades. O psicólogo envolve-se em determinados ambientes,

reconhece o ser humano em seu cotidiano, onde ele vive e constrói seu modo

de vida observando suas relações de trabalho, laços afetivos e familiares.

A intervenção não é previamente articulada porque é a partir da

análise do ambiente onde se constitui a complexa rede interligada que se

tornará possível compreender o viver em comum das pessoas. Utiliza-se o

enquadre da Psicologia Social privilegiando o trabalho com grupos para o

desenvolvimento da consciência crítica e construção da identidade social e

individual eticamente humana. O psicoterapeuta trabalha como analista-

facilitador com iniciativas para a solução de problemas.


“A comunidade é a fusão do sentimento e do

pensamento, da tradição e da ligação intencional, da

participação e da volição.” (Nisbet, 1974)

“O elemento que dá vida e movimento é a dialética da

individualidade e da coletividade.” (Sawaia, 1999)


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo